Roger Machado deixa o Bahia

224
Foto: Felipe Oliveira / E.C Bahia

Um dos mais longevos treinadores no país chegou a receber apoio via redes sociais do presidente após última partida do Esquadrão

Apesar do “apoio virtual” recentemente demonstrado pelo presidente do Bahia (Guilherme Bellintani) nas redes sociais em meio a constantes manifestações de insatisfação por parte de torcedores, o duro revés sofrido diante do Flamengo por 5 a 3 em Pituaçu pelo Brasileiro foi o ato final do técnico Roger Machado à frente da equipe. A informação foi confirmada pela equipe por meio de comunicado oficial.

Ao todo, foram 73 partidas disputadas à frente do Esquadrão com aproveitamento de apenas 40% tendo 29 triunfos além de 22 empates e 22 derrotas com 92 gols marcados e 74 tentos sofridos.

Enquanto em 2019 Roger esteve muito mais tempo prestigiado do que criticado pelos resultados, a atual temporada já começou com críticas diante das apresentações pouco convincentes do time principal (a equipe de Aspirantes disputou boa parte do estadual) antes mesmo da paralisação forçada.

Logo depois da retomada, resultados como o revés na decisão da Copa do Nordeste com duas derrotas para o Ceará e a campanha até aqui irregular no Brasileiro construíram o ambiente onde a permanência do treinador se tornou inviável.

COMPARTILHAR