Salvador: Polícia amplia combate ao tráfico de drogas e armas

340

Com o objetivo de combater o tráfico de drogas, armas, roubos e contrabando em Salvador, pelas vias marítima, aérea e terrestre no período que antecede o Carnaval e durante a folia, o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil começou, na quinta-feira (26), a uma série de operações.

Batizadas de ‘Pista Limpa’, ‘C’éu Azul’ e ‘Correspondência Legal’, as ações são realizadas no Terminal Marítimo de São Joaquim (ferry boat), nas rodovias Estrada do Coco, BR-324, BR-116/Norte e BR-116/Sul, em Feira de Santana, no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães e no centro de triagem de encomendas dos Correios.

Na quinta-feira, o local escolhido foi o ferry boat, onde cerca de 60 veículos e 180 pessoas foram abordadas na chegada ao terminal. “O principal foco é impedir a entrada de drogas, armas e contrabando no estado”, explicou o coordenador da Delegacia de Narcóticos, do Draco, delegado Alexandre Narita.

Nessa primeira ação, um carro com suspeita de chassis adulterado foi apreendido e encaminhado para o pátio da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), onde será periciado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT).

As ações são realizadas em conjunto com as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), e contam ainda com o apoio dos cães farejadores da Coordenação de Operações Especiais (Coe) da Polícia Civil e de uma unidade móvel do DPT, que analisa em poucos minutos as possíveis drogas encontradas ao longo da operação.

COMPARTILHAR