Torcida organizada do Vitória emite nota de repúdio após BaVi

97

A Torcida Camisa 12 do Vitória emitiu logo após o BaVi uma nota de repúdio sobre os acontecimentos do clássico.

O próximo jogo do Vitória será contra o Jacuipense, pelo Campeonato Baiano na próxima quarta-feira (21), às 21h45, no Alfredão, em Riachão do Jacuípe. Para a partida, Mancini não poderá contar com Kanu, Bruno Bispo, Correia, Denilson e Rhayner, expulsos no clássico.

Nota

A Torcida Camisa 12 do Vitória vem a público declarar que é contra a qualquer ato de violência seja ele dentro, fora do estádio e até mesmo dos jogadores. Porém, em primeiro lugar, temos a obrigação de honrar e respeito o nosso estádio (Barradão), já que o time visitante não tem estádio para chamar de seu.

Observamos muitas críticas aos jogadores do Vitória e a própria diretoria do clube, mas criticamos acima de tudo, jogador Vinicius do Bahia, que utilizou as redes sociais durante toda semana, citando mães e irmãs de jogadores do Vitória, provocando de forma inaceitável e irresponsável sem pensar na atitude e inflamando mais ainda o clássico. Desde então, esse jogador que se diz profissional, deve ser punido a fim de respeitar o Esporte Clube Vitória.

Exigimos de toda diretoria do E.C Vitória que não aceite em nenhuma hipótese árbitros baianos para apitar clássicos, inclusive o Árbrito Jailson, que mostrou hoje que não tem emocional para apitar clássico de decisão. Que venham juízes de outros estados. Inadmissível aceitar tamanha vergonha que a Federação Baiana de Futebol (FBF) coloca o Campeonato Baiano tão ridicularizado com os árbitros que se deixam levar emocionalmente por dirigentes (Diego Cerri e outro não identificado) durante o intervalo de jogo. Estamos cansados de todos os anos bater na tecla da péssima qualidades do árbitros baianos para apitar clássicos, quem deve apitar um clássico de tanto rivalidade como o BaVi é um juiz mais experiente e de fora, exigimos que a diretoria do Esporte Clube Vitória cobre isso nos próximos clássicos, um jogo que parecia ser um espetáculo dentro e fora de campo se tornou uma guerra por conta de um erro coletivo tanto dos jogadores do Bahia e alguns do Vitória como do Juiz

Mesmo após todos os acontecimentos, a Torcida Camisa 12 do Vitória e toda nação Rubro-Negra presente, não desistiu do nosso time, não deixou de apoiar, pelo contrário, apoiamos até o final.

Já citamos uma vez e agora a segunda vez, vamos apoiar a diretoria e o clube até o fim, mas pedimos cobranças a quem deve ser cobrado, pedimos postura enérgica e eficiência para que esse episódio não aconteça mais. A torcida é o maior patrimônio do clube, exigimos postura e rigor em todos os aspectos.

NÃO A VIOLÊNCIA – PAZ NOS ESTÁDIOS!!

A diretoria
Torcida Camisa 12 do Vitória – Expressão de amor ao Vitória

 

COMPARTILHAR