Vítima baiana faz denúncia e PRF prende suspeito de estelionatário

92
Foto: Nucom / PRF/BA

O homem foi abordado no Km 677 da BR 116, em Jequié, a bordo de um automóvel Sonic. Com ele foi encontrada uma CNH falsificada, documento utilizado para aplicar os golpes.

Em ação rápida, a Polícia Rodoviária Federal deteve um homem de 40 anos acusado de aplicar golpes na região de Milagres, na Chapada Diamantina a 255 km de Salvador.

A ação foi desencadeada quando a proprietária de uma pousada localizada na cidade de Milagres entrou em contato com a PRF para denunciar que havia sido vítima de um golpe (estelionato), pois, um dos hóspedes teria saído do estabelecimento sem realizar o pagamento das diárias.

Uma segunda denúncia também chegou ao conhecimento dos agentes federais. Desta vez ele teria abastecido em um posto da região e evadiu-se sem pagar o valor do combustível.

Prontamente, os policiais iniciaram as diligências e com base na análise criminal e ações de inteligência policial, conseguiram abordar o suspeito em frente a unidade operacional da PRF, em Jequié, localizada na altura do quilômetro 677 da BR 116.

Durante a entrevista, o motorista apresentou informações desencontradas e um nervosismo incomum. Desconfiados, os policiais resolveram aprofundar a fiscalização no carro, quando encontraram uma CNH falsificada, pois estava com a foto do suspeito, porém com o nome de uma outra pessoa.

Após consulta aos sistemas informatizados da PRF, os agentes federais descobriram que o homem possuí uma extensa ficha policial, por crimes de estelionato, apropriação indébita e ameaça, praticados no estado de São Paulo.

Uma terceira vítima fez contato com a UOP e relatou que havia sido subtraído da da conta o valor de R$ 6,5 mil . Provavelmente, o infrator tenha utilizado a CNH falsificada para realizar a transação bancária, realizada no dia 29/10/2020 em Ilhéus.

Aos policiais, o homem que reside em Campinas (SP) relatou que um amigo alugou o Sonic para que ele pudesse visitar uns parentes em Teófilo Otoni (MG). Disse ainda que durante a viagem ‘ficou’ sem dinheiro para custear as despesas de hospedagem, alimentação e combustível.

Dada às circunstâncias, o homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para registro da ocorrência e formalização dos procedimentos cabíveis.

Fonte: Nucom / PRF/BA

COMPARTILHAR