Vitória joga hoje (2) a primeira no Manoel Barradas

408

Nesta quinta-feira, dia 2, à noite, data de uma das mais populares festas em Salvador, o torcedor rubro-negro tem encontro marcado no Estádio Manoel Barradas, quando o time jogará contra o Vitória da Conquista, às 20h30, em mais uma partida válida pelo Campeonato Baiano, a primeira em casa pela competição.

O Vitória estreou domingo vencendo o Juazeirense, por 2 x 1, em Juazeiro.

Contra o xará conquistense, o rubro-negro não terá o atacante Gabriel Xavier, que se machucou na estreia do Baiano. Ainda bem que o exame de imagem não apresentou lesão muscular e a previsão do departamento médico é de o jogador não atuar somente nestes dois próximos jogos, o desta quinta (02), em Salvador, e o de domingo (05), em João Pessoa, pela Copa do Nordeste.

A ausência de Gabriel Xavier abriu brecha para Argel Fucks optar por outro esquema tático, o 4-3-3, com a entrada de Paulinho no ataque para jogar ao lado de Kieza e David.  Com isso, além de manter o ganho técnico, o time fica mais veloz.

Com Argel, time que treina é o que joga. Assim, após concluir a preparação na tarde desta quinta, ele confirmou o time com duas alterações em relação ao que iniciou a partida de domingo (29). O lateral-direito Norberto, que cumpriu suspensão – foi expulso na final do Baianão 2016 – volta para a saída de Leandro Salino, e Paulinho ocupa a vaga aberta com a contusão de Gabriel Xavier.

O garoto Cedric, titular do time sub-20, vai ficar treinando entre os profissionais a pedido de Argel, que pretende observá-lo por um determinado período.

Nos jogos entre os dois times, a vantagem é do rubro-negro baiano, que venceu 10 vezes, empatou 5 e perdeu 2.

RELACIONADOS

Argel relacionou 19 jogadores e a novidade entre eles é o atacante André Lima, recém-contratado, que retorna ao clube disposto a escrever uma história interrompida em 2013 ao sofrer uma lesão no joelho no jogo de estreia e ter que passar por uma cirurgia.  Foram relacionados:

Goleiros – Fernando Miguel e Wallace; Laterais – Geferson, Leandro Salino, Norberto e Euller; Zagueiros – Alan Costa, Fred e Bruno; Volantes – Uillian Correia e Willian Farias; Meias – Jhemerson, Léo Pisculichi e Cleiton Xavier; Atacantes – David, André Lima, Pineda, Paulinho e Kieza.

Basquete

Eles vinham de duas derrotas seguidas, saíram, pela primeira vez, do G-4, e jogariam contra o líder da NBB CAIXA em casa. Mas eles tinham o Vitória Candango e Kenny Dawkins. O Universo/Vitória derrotou o UniCEUB/BRBCARD/Brasília, por 78 a 70, em pleno Ginásio ASCEB, com um apoio histórico da torcida e 24 pontos de Dawkins, cestinha do jogo e da rodada.

O Vitória Candango, grupo bastante conhecido em Brasília pelas ações na torcida pelo Vitória, baixou em peso no ginásio, mobilizando demais torcedores rubro-negros presentes, se sobrepondo, muitas vezes, à torcida organizada do Brasília. Aproximadamente 50 pessoas “cantaram o jogo inteiro” e foram essenciais no 3º quarto, quando o Brasília esboçou uma reação.

 

COMPARTILHAR